NOSSAS ENTREVISTAS

Tema: Miomas

 (071) 32... Ver mais >

Viva Mais Viva Melhor – Você sabia que 50% das mulheres têm ou terão miomas em algum período de suas vidas? Apesar de serem um tipo de tumor e de sua grande ocorrência, não há motivos para grandes preocupações, pois somente as mulheres que apresentam sintomas devem passar por procedimentos de remoção. Dentre as opções de tratamento está a embolização, que é um método minimamente invasivo e de rápida recuperação. Para falar melhor sobre o assunto quem conversa conosco é o Doutor André Goyanna, médico especialista em Radiologia Intervencionista.    
Doutor, explica para os nossos ouvintes o que são os miomas e como é que eles surgem?
Dr. André Goyanna – Miomas são nódulos que nascem da parede muscular do útero, são nódulos de características benignas e que o crescimento pode estar relacionado com estímulos hormonais, sobretudo o estrógeno.     

Viva Mais Viva Melhor – O mioma só aparece no útero, Doutor? 
Dr. André Goyanna – O leiomioma é qualquer nódulo que nasça de uma musculatura chamada de músculo liso, o que não é restrito ao útero, mas sem dúvidas o leiomioma uterino e o mais comum. 

Viva Mais Viva Melhor – O mioma pode ser expelido assim naturalmente?
Dr. André Goyanna – É algo muitíssimo raro, mas algumas mulheres podem sim expelir naturalmente o mioma.

Viva Mais Viva Melhor – É possível que a mulher desenvolva mais do que um mioma? 
Dr. André Goyanna – Sim, é bastante comum o aparecimento de mais de um mioma, às vezes até mais de dez.  

Viva Mais Viva Melhor – O grande temor Doutor é de que o mioma possa vir a se transformar num tumor maligno. Isto procede?  
Dr. André Goyanna – A transformação maligna dos miomas é algo bastante raro com poucos casos descritos na literatura, o mais comum é que o tumor maligno já apareça desde o início da sua formação com características malignas.

Viva Mais Viva Melhor – E como é que feito o diagnóstico desses miomas? 
Dr. André Goyanna – Geralmente o diagnóstico dos miomas é feito através de exames de rotina, como o ultrassom, pois é o exame mais solicitado para acompanhamento das pacientes que vão ao ginecologista. Outros exames como a Ressonância Magnética são também muito bons para o diagnóstico, sobretudo o acompanhamento de pacientes que foram submetidas a tratamento de miomas.   

Viva Mais Viva Melhor – Esses miomas podem crescer se não forem tratados? Quais são os riscos que podem ocorrer pra mulher que não trata esses miomas?
Dr. André Goyanna – O crescimento dos miomas é algo um tanto quanto incerto, tem pacientes que ficam um bom tempo com miomas pequenos e que não crescem muito, já outras apresentam miomas com crescimento bastante rápido, não existe uma regra, mas o correto é fazer um acompanhamento periódico desses miomas para depois não ser pega de surpresa com miomas bastante grandes. 

Viva Mais Viva Melhor – E quando que é necessário fazer o tratamento Doutor? E quais são as opções de tratamento para o mioma?
Dr. André Goyanna – Os miomas, em geral, só devem ser tratados se estiverem causando algum tipo de sintoma, ou seja, dor no pé da barriga, sangramentos fortes fora ou mesmo dentro do período menstrual, vontade de ir muito ao banheiro e abortamentos. Existem diversas opções para o tratamento dos miomas que podem ser por histeroscopia, por cirurgia videolaparoscópica, a cirurgia aberta tradicional ou a embolização de miomas.  

Viva Mais Viva Melhor – E como é feito essa técnica da embolização de miomas? Quais os riscos e benefícios para a mulher?
Dr. André Goyanna – A embolização de miomas é um tratamento feito sem cortes onde o médico radiologista intervencionista trata os miomas fazendo a oclusão da passagem de sangue para o mioma através da injeção na corrente sanguínea de diversas pequenas bolinhas como se fossem umas esferas dentro da circulação do mioma. É um procedimento que apresenta altos índices de sucesso clínico, não leva pontos, a recuperação é bastante rápida e possibilita preservar o útero e tratar diversos miomas ao mesmo tempo.

Viva Mais Viva Melhor – A embolização pode ser feita em qualquer tipo de mioma Doutor?
Dr. André Goyanna – A embolização pode ser realizada nos diversos tipos de miomas, sendo que os chamados intramurais, aqueles que ficam exclusivamente dentro da parede do útero seriam os mais indicados.    

Viva Mais Viva Melhor – É possível fazer a embolização em mais de um mioma simultaneamente?
Dr. André Goyanna – Sim, a grande vantagem da embolização é que ela trata todos os miomas ao mesmo tempo, ou seja, tanto os maiores, quanto os menores que porventura pudessem vir a crescer, inclusive diversos trabalhos científicos têm demonstrado que a embolização tem o efeito protetor no aparecimento de novos miomas em até cinco anos.  

Viva Mais Viva Melhor – Nós recebemos uma pergunta através das nossas redes sociais que vem de Helena Goes e a questão dela é a seguinte: Doutor eu fui diagnosticada com um pólipo no útero e o médico disse que eu teria que retirar. Isso é a mesma coisa que um mioma? Eu vou ter que tirar o meu útero?   
Dr. André Goyanna – Então, o pólipo é um outro tipo de doença, que não tem nada a ver com o mioma e geralmente são tratados ou por medicação ou através de um procedimento chamado histeroscopia, é um procedimento simples que não acarreta grandes consequências.   

Viva Mais Viva Melhor – E para finalizar Doutor, tem como prevenir o aparecimento dos miomas?
Dr. André Goyanna – Bom, pelo fato de haver um grande componente genético no aparecimento dos miomas ficas às vezes muito difícil a prevenção, o que se sabe é que existe sim uma relação entre obesidade e aparecimento de miomas, então cuidar do peso é algo bom em todos os sentidos.

Viva Mais Viva Melhor – Ok. Conversamos com o Doutor André Goyanna, médico especialista em Radiologia Intervencionista, Doutor muito obrigada até a próxima.